terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Protesto Contra A PM. Já Pensou Se A Moda Pega?

Desculpem, sei que existem exceções. Mas fico indignada com certas posturas de nossa sociedade. Outro dia uma “jornalista” do jornal massa ( que de Massa não tem nada)  estava criticando a abordagem policial e dando a entender que a abordagem das blitz mais parecia um procedimento truculento e agressivo. Dizia a tal jornalista que a sociedade não merece isso. Realmente, a sociedade não merece! Não merece é receber informações de “jornalistas” que não investigam os fatos e saem por aí publicando informações que na busca desmedida pelas vendas acabam por denegrir a imagem de uma categoria que é sofrida e sem reconhecimento.

A reportagem estava tão bem persuasiva que eu fiquei na dúvida. Busquei a informação sobre a técnica de abordagem policial nas blitz e me foi passado exatamente o que o Policial que estava sendo alvo de “protestos” fez. “Segundo alguns policiais que indaguei, o PM agiu de maneira técnica e se a “jornalista” tivesse questionado antes de publicar o que ela chama de “ notícia” esse equivoco não teria acontecido.

Infelizmente não dispomos em nossa sociedade de jornalistas e jornalismo investigativos. Depois que o STF decidiu que para ser jornalista não precisa de diploma, estamos fadados a um jornalismo sem qualidade.

Para completar, li nos meios de comunicação que os moradores do Inferninho ( bairro do  Costa Azul)  protestaram contra uma ação da Polícia Militar da Bahia que terminou com a morte de um homem que vivia no local. Os manifestantes pediam justiça e mudanças na forma como são tratados pela PM.

Oh, coitadinho deles não é? Ninguém para pra olhar a vida sofrida de um Policial que anda de ônibus com uma mochila nas costas (com sua farda dentro) no tempo de ser abordado por marginais e ter sua vida cerceada, morando em bairros de altíssima periculosidade tendo que abaixar a cabeça e ter até medo de abrir a boca de dizer que é policial. Ter que sustentar a família com um salário de fome e ainda ouvir o governador do estado chamá-los de “burros de carroça” e ainda ter a sociedade reclamando dos serviços prestados como se o policial fosse o culpado direto pela qualidade de nossa segurança pública.
Segue foto que o portal Terra  publicou dos poucos que fizeram o protesto. Já pensou se a moda  pega ?



 Foto: Gabriel Oliveira Pereira/vc repórter para portal Terra


O homem que foi morto portava um revólver calibre 38 e trocou tiros com os policias ( a impressão que dá é que a policia pode ser recebida a tiros e não pode revidar) Policia tem família, policia é gente como a gente. Por isso ele foi baleado e encaminhado ao hospital Roberto Santos, mas não resistiu aos ferimentos.

As pessoas realmente estão perdendo a noção da realidade, quem está contra a PM está automaticamente a favor da bandidagem. Ninguém toma iniciativa para ir na frente do prédio do Governo do Estado protestar para melhorar as condições de vida de um policial, só fazem criticar.Apontar soluções ninguém aponta!

Se a segurança pública da Bahia não está boa, porque reelegeram o governador do estado? Ele é o responsável direto pela qualidade dos serviços prestados pela policia e não os policiais.Eles se esforçam para fazer seu trabalho com dignidade, embora não tenham reconhecimento.

Em falar sobre reconhecimento, outro dia fui falar da bolsa do SENASP e comprei uma briga imensa com alguns colegas Colunistas Social. A Constituição é clara  quando diz que todos são iguais perante a lei. Mas alguns PM´S ganham a bolsa por receber um valor de salário determinado pelo Governo Federal ( acredito que em torno de 1700,00 )e outros ( que recebem acima disso, pode ser até um centavo do estabelecido, fica de fora.) Isso é reconhecimento?

Diante de todo esse sofrimento, não se vê ninguém protestar a favor da policia.Eu enquanto cidadã, continuarei com esta linha de raciocino: se não posso ajudar, também não vou atrapalhar.

Este mesmo artigo foi publicado no site: http://www.chicosabetudo.com.br/ ao qual faço parte da   Equipe de Redação.

Um comentário:

  1. è isso aí! Nossos pms merecem ter dignidade!

    ResponderExcluir

Visualizações de páginas da semana passada